Contação de Histórias – O Macaco e a Velha

“Hoje, eu e todas essas mamães estamos aqui para contar a história do macaco e a velha, que é um conto brasileiro! Vamos começar?”
Simone (mãe da Alice, G5)Foto1
Semanalmente, as turmas do Ensino Infantil são convidadas a viverem diversas aventuras na Contação de Histórias do Sidarta. São minutos mágicos em que a Mídiateca Infantil se transforma num novo universo de cantos e encantos. Os contadores de histórias (storytellers) podem ser todos aqueles bons de papo, que tenham algo para compartilhar com as crianças – funcionários, professores, pais, ex-alunos…!
Na última quarta-feira, 20/03, um grupo de mães do G5 contou a história “O macaco e a velha”, um divertido conto brasileiro. Segundo elas, a ideia surgiu durante a reunião de pais, quando a oportunidade é apresentada a todos. “Como a Simone já nos conhecia, e acreditando que em grupo a atividade ficaria mais animada, decidiu montar o grupo”, explica Priscila (mãe do Jorge, G5).
Quanto à escolha da história, o grupo concordou que o objetivo era apenas, e tão somente, entreter as crianças com algo irreverente, engraçado e interativo. “Queríamos arrancar risadas gostosas, alegrá-las, fazê-las sorrir!”, diz Simone (mãe da Alice, G5). Assim, na procura por material, Luciane (mãe da Maria Clara, Maria Luiza e Leonardo, G5) encontrou “O macaco e a velha”.
As mães contam que tiveram de adaptar a narrativa, adequando o roteiro aos desafios que surgiram pelo caminho. O primeiro, em relação ao conteúdo, ficou por conta de Simone, que adequou a linguagem para a faixa etária do público. O segundo, de acordo com elas, estava em fazer com que todas pudessem participar da contação. “Nós queríamos que todas participassem, mas como contar uma história em grupo? Foi assim que surgiu a ideia de uma peça de teatro”, afirma Priscila.Foto2
Além disso, é comum que os filhos acompanhem seus pais durante a atividade. Então, como deram conta da presença da Maria Clara, da Maria Luiza, do Leonardo, do Jorge, da Alice, da Maria Manoella, do Henri, da Nicole e da Lara (ufa!)? Com muito carinho e criatividade! “Achamos que para todas as crianças assistir a união das mães foi muito bacana. Em casa, foi ótimo, pois cada uma ensaiou com seus filhos e eles puderam participar de várias etapas deste processo e sentirem parte disso tudo!”, explica Tatiana (mãe da Lara, G5, e Nicole, G3).
Digamos que quase como um grupo de teatro profissional, as mães se preocuparam com todas as etapas da produção e dividiram as tarefas: Luciane buscou por fontes de Storytelling e pelo texto; Simone preparou o roteiro; Tatiana ficou responsável pelo cenário; e Ingrid, Adriana e Priscila (respectivamente a velha, a cozinheira e o macaco) eram as atrizes. E com elementos visuais, olfativos, auditivos e gustativos – do cacho de bananas de verdade até o “pum” cenográfico – as meninas proporcionaram às crianças uma completa experiência sensorial.
Em nome da equipe Sidarta, agrademos a dedicação e participação de todas!
E, apesar de nossa agenda de Contação de Histórias estar fechada, contamos com inscrições da comunidade Sidarta no segundo semestre.
Confira as fotos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>