O que os formandos têm a dizer às famílias do Sidarta

06.Set.2018

por Andréia Zwetsch*

Não é fácil escolher escola. Não é só o lugar onde o seu filho vai passar a maior parte do tempo, aprender a escrever, a somar e a multiplicar. Você escolhe com que tipo de pessoa ele vai conviver, que experiência ele vai ter, a que desafio será exposto e, portanto, que tipo de pessoa ele pode vir a ser. Quando eu e o Fábio (meu marido) visitamos o Sidarta pela primeira vez, eu queria ver os alunos grandes. Já sabia que a escola ia até o Ensino Médio e meus filhos eram bem pequenos, mas eu queria muito espiar as meninas e os meninos que já estavam quase saindo da escola. Queria ver se tinham rostinhos felizes, quais livros carregavam, quais música ouviam, se tinham os cabelos livres e as roupas confortáveis... essas coisas. Queria saber que tipo de jovem a Nina e o João poderiam se tornar.

Acabamos escolhendo o Sidarta em função da proposta e dos valores da escola, que pareciam ter sido escritos por mim ou para mim. Tinha muita sinergia com o que eu e o Fábio sempre acreditamos. A escola entrega uma bagagem acadêmica impactante, com quatro idiomas e ótima colocação no Enem (Exame Nacional de Ensino Médio), só que o que mexeu de verdade com a gente foi o compromisso em contribuir para a formação de seres humanos conscientes de seu papel no mundo e os projetos sociais apoiados pela escola e seus alunos, por meio do “volunturismo” (mistura de turismo e voluntariado) e tantas outras ações. Com isso, acabamos até nos esquecendo de fazer a investigação com os alunos grandes.

A escola promove muito a interação com a família. Há vários eventos com a participação de alunos de todas as idades. Então, acabei tendo a oportunidade de ver as meninas e os meninos grandes em várias ocasiões. E, como eu idealizava, são lindos, adoráveis, simpáticos, usam cabelos livres e roupas confortáveis.

Aprendizagens mais marcantes

Lembrei-me de tudo isso agora porque, esta semana, o Sidarta teve a ideia genial de convidar todos os pais da escola para conhecer os alunos da 3ª série do Ensino Médio. Pensem na alegria dessa mãe aqui? A grande chance de ver os adolescentes de perto e falar com eles! Listei mentalmente inúmeras perguntas, mas não as fiz porque chorei do início ao fim e, com cara de monstro vermelho, não dá pra fazer perguntas. É uma turma de 31 alunos. Todos estavam ali, receptivos, abertos, transparentes, bem-humorados e sem um briefing prévio da escola. “Vão até lá e respondam as perguntas”, disse a orientadora educacional. E eles cumpriram o papel lindamente.

Muitos estão lá desde pequenininhos, mas outros chegaram mais tarde. Alguns, há um ou dois anos apenas, vindos de outras escolas privadas ou públicas, que é o caso dos bolsistas do projeto Ismart (seis no total). E aí vem a primeira boa surpresa: a acolhida. Esses meninos e essas meninas vivem um momento em que a tribo é o que há de mais importante, mas eles mantêm a tribo aberta, acolhendo com naturalidade e carinho todos os novos colegas. É parte dos valores da escola.

Bruno

Um aluno do Ismart, o Bruno, contou que jamais imaginava ser recebido com tanto carinho. “A gente se sente parte da família e parece que está aqui a vida toda, foi um grande presente”. Outro colega completa: “Vocês que são um presente para nós”. E eu choooro! E como choro, não consigo nem anotar direito quem fala o quê. Mas vamos lá!

A jovem Ligia comenta sobre o que considera diferencial no Sidarta: “Para mim, são as pessoas e as oportunidades. As pessoas aqui têm um olhar para o outro, uma atenção, um carinho. A gente se ajuda muito e é muito unido. E as oportunidades que o Sidarta traz também são muito diferentes.”

 Gianluca

Gianluca se levanta e repete uma fala recorrente de sua mãe: “Ela diz que dá pra reconhecer um aluno do Sidarta pelo modo como ele se relaciona com as pessoas. A forma como a gente fala com um, fala com outro, fala com todos.” E completa: “A escola é pequena sim, mas tudo depende da forma como você olha o problema. Se é pequena, a gente tem a oportunidade de ter amigos de todas as idades.”

Tales

Tales comemora a desenvoltura ao falar em público, uma competência desenvolvida na escola: “Certeza que eu só estou aqui de pé falando em público porque eu aproveitei as oportunidades oferecidas pelo Sidarta”.

Em um determinado momento, um pai pergunta se eles teriam dúvidas de colocar os próprios filhos no Sidarta. O resultado foi 31 cabecinhas chacoalhando em sinal negativo. Cabecinhas lindas, sabidas, com os cabelos livres e preenchidas com os valores mais urgentes e necessários. Saí de lá cheia de esperança, com vontade de apertar todas aquelas bochechas (me controlei) e de cumprimentar cada mãe e cada pai daquelas crianças grandes, algumas bem maiores do que eu (em tamanho e em sabedoria). Queria parabenizar cada um por terem acreditado, por terem resistido a todas as etapas e tido a resiliência de esperar o resultado. A colheita está aí e todos nós precisamos dela.

Os alunos mais velhos do Sidarta falam sobre o que significa para eles participar do aniversário de 20 anos do Sidarta. Assista

*Andréia Zwetsch é mãe de Nina, do 3º ano do Ensino Fundamental, e João, da Educação Infantil

 

Deixe seu comentário

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined variable: t_preencha

Filename: noticias/show.php

Line Number: 111

Backtrace:

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/views/noticias/show.php
Line: 111
Function: _error_handler

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/core/Main_Controller.php
Line: 1007
Function: view

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/controllers/Noticias.php
Line: 100
Function: load

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/index.php
Line: 293
Function: require_once

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined variable: t_preencha

Filename: noticias/show.php

Line Number: 127

Backtrace:

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/views/noticias/show.php
Line: 127
Function: _error_handler

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/core/Main_Controller.php
Line: 1007
Function: view

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/application/controllers/Noticias.php
Line: 100
Function: load

File: /home/storage/3/3b/6d/lw135834302950f6a775/public_html/colegio/index.php
Line: 293
Function: require_once

Comentário enviado!

Comentários

Nome da Postagem

Titulo da Noticia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Phasellus et enim faucibus, iaculis quam eu, rhoncus neque. Praesent mollis, ex eget efficitur egestas, lacus nibh gravida augue, eu placerat augue libero nec nulla. Mauris vestibulum varius orci, nec pretium libero. Vivamus in diam augue. Sed augue tellus, pretium nec odio vel, venenatis pharetra arcu. Nam molestie rutrum neque, id sollicitudin diam congue et. Nam et tortor condimentum, fringilla odio sed, laoreet enim. Sed a posuere augue. Vestibulum efficitur orci vel mattis varius.




Nome da Postagem

Titulo da Noticia

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Phasellus et enim faucibus, iaculis quam eu, rhoncus neque. Praesent mollis, ex eget efficitur egestas, lacus nibh gravida augue, eu placerat augue libero nec nulla. Mauris vestibulum varius orci, nec pretium libero. Vivamus in diam augue. Sed augue tellus, pretium nec odio vel, venenatis pharetra arcu. Nam molestie rutrum neque, id sollicitudin diam congue et. Nam et tortor condimentum, fringilla odio sed, laoreet enim. Sed a posuere augue. Vestibulum efficitur orci vel mattis varius.




Login